Por que o Príncipe Encantado é uma Mentira, Mas Homens de Verdade não São?!

quinta-feira, setembro 25, 2014


Eu amo a música "Lead Me" da banda Sanctus Real, mas eu não posso ouví-la sem ficar emocionada. A minha amiga e eu choramos juntas através do telefone quando ouvimos essa canção pela primeira vez.

Por quê?

Porque ela atinge um ponto bem sensível, toca em uma ferida que existe no coração de cada uma de nós, que sangra com a frase: "Como é que não existem mais verdadeiros homens?!" A maioria das moças já fizeram esse tipo de pergunta ou pelo menos já ouviram alguém fazer. Mas a razão pela qual nós não o vemos não quer dizer que eles não existam, na verdade é que dizemos que eles não podem ser.

Deus nos criou para a união e comunhão uns com os outros. A sua criatividade inigualável é tal que ele nos projetou para nos encaixarmos. Nossas vidas são mais férteis e nos sentimos mais produtivos quando estamos exercendo a complementaridade.

Às vezes, são as mulheres que colocam uma demasiada pressão sobre os homens para que eles se tornem o ideal que achamos que precisamos. Muitas vezes somos culpadas de subestimar quão difícil o trabalho que ele têm! Apoiando-nos e conduzindos podemos elevar uma imensa quantidade de força. Mas essa força vem somente de Deus, e deve ser continuamente renovado por meio da oração.

A Disney tem nos ensinado a esperar a perfeição e  não se contentar com nada menos. Mas o Príncipe Encantado é uma mentira.  Não me admira que a taxa de divórcio está aumentando tão rapidamente: nós estamos cometendo um grave erro se casando com a falsa crença de que os homens que nos levou para o altar em seus braços fortes vão manter essa aparência de perfeição por muito tempo.

Nenhum homem é perfeito (nem nós!), e esperar que eles vão resolver todos os nossos problemas só vai acabar em mais dor de cabeça. Cristo nos chamou a amar uns aos outros como Ele nos ama. Isso significa que as relações mais frutíferas será construída em sua graça e misericórdia em vez de pressão e julgamento. Somos chamados a amar uns aos outros, incluindo nossos defeitos, porque sem esse amor misericordioso nenhuma relação poderia sobreviver.

Na versão da Disney de "Mr Right" pode ser considerada rebuscada e idealista, mas no fundo nós temos um desejo natural de sermos apoiada e orientadas por um homem forte espiritualmente, fisicamente e emocionalmente, mas isso não é coincidência! O que almejamos é realmente a raiz do que os homens tinham a intenção de ser, e nós simplesmente não percebemos isso. Queremos que eles sejam fortes, gentis, decisivos e amorosos, tudo ao mesmo tempo, e eles podem ser! Mas para nos beneficiar do mesmo, temos que lhes permitir desenvolver os seus pontos fortes. Para ter um "homem de verdade", temos de deixar que ele seja um homem de verdade.

A cultura insiste em lutar pela perda de "homens de verdade", mas talvez seja simplesmente a definição usada que precisa de uma mudança. Um verdadeiro homem não é aquele que trabalha duas vezes por dia, ganha um salário de seis dígitos e compra presentes extravagantes com o dinheiro que ele não vai perder.

O "homem de verdade" é aquele que vai levá-la com as mãos fortes, mesmo quando isso signifique que tenham que humildemente admitir seus erros.

Aquele que vai discernir e fazer sacrifícios para o bem maior de sua família.

Aquele que busca orientação de seu Pai celeste, em vez de confiar em sua própria força.

Aquele que prefere levá-la para o céu do que levá-la para dar volta em seu Porsche.

Aquele que olha para o seu coração antes de seu físico.

Aquele que reza por vós, e não apenas reza para você.

Aquele que se esforça para proteger a sua pureza não conquistá-la.

Aquele que te ama como Cristo ama a Sua Igreja.

... E esses HOMENS REALMENTE EXISTEM!

Texto original do site Chastity Project.

Traduzido por:


Você Também Pode Gostar

0 comentários

Curta-nos no Facebook

Google +