Velada. . . Por Causa dos Anjos - Por Crystalina Evert

quarta-feira, janeiro 28, 2015


Vários anos atrás, o padre que concelebrou meu casamento sugeriu que fizesse algo que não tinha feito desde o dia em que me tornei uma noiva: usar um véu na igreja.

Eu sempre tinha considerado o véu uma tradição ultrapassada, reservada para as mulheres idosas e piedosas. Para ser sincera, o meu primeiro pensamento foi: "De jeito nenhum. O que as pessoas vão pensar? Vou ser a única pessoa com idade inferior a 80 anos com um!"

Comecei perguntando a Deus por que Ele iria perguntar isso para mim, e lutei em oração com Ele sobre a ideia. Aos poucos, deixei de lado o meu respeito humano e me perguntei: "Por que todas nós ansiamos a usar o véu para a Primeira Comunhão, e sonhamos em vestir um no dia do nosso casamento, mas nos assustamos com a ideia de usá-lo em qualquer outra ocasião?" Em ambos os casos, estamos sendo veladas quando nos aproximamos do nosso terreno ou do noivo celestial.

Eu pensei: "Quando se trata de minha roupa, qual é a diferença entre a forma como me visto para o jantar de sábado e na missa de domingo?" Quando me apresento no altar de Deus, não deve haver alguma diferença? Afinal, você pode ser capaz de usar o seu "Sunday Best" para qualquer reunião formal, mas você não faria o mesmo com um véu.

Assim, apesar das inseguranças que gritavam comigo, o coloquei sobre minha cabeça e entrei na igreja. Surpreendentemente, senti uma sensação de paz imediata. Logo, o que usava na minha cabeça me fez reavaliar a adequação do resto do meu guarda-roupa. Afinal, como pode uma mulher de véu sem está suficientemente velando o resto de si mesma? Encontrei-me cada vez mais consciente e deliberada em minhas ações e orações. Fez-me lembrar que estava em um lugar santo, e em uma Presença Santa.

O véu renovou minha sensibilidade para o sagrado. Embora já sabia que cada igreja é a morada de Deus, senti uma compreensão mais profunda que Ele queria conversar comigo. Eu queria ser mais do que uma mulher de Deus.

Estas sugestões interiores imediatas me levou a começar a pesquisar sobre o véu. Embora ainda esteja aprendendo o seu significado teológico, fui seduzida pelo fato de que São Paulo disse que as mulheres deveriam velar-se "por causa dos anjos." Fiquei surpresa ao saber que as três vértices do véu representar a mulher estar sob a proteção da Santíssima Trindade.

Fiquei especialmente intrigada quando li como as feministas na década de 1960 exortou as mulheres a "remover seus emblemas de escravidão aos homens e se livrarem de seus véus!" O véu não representa a minha escravidão para com os homens, mas, como Alice Von Hildebrand comentou: "o corpo feminino deve ser velado, porque tudo o que é sagrado é ligado ao véu. . . . O uso do véu indica sacralidade e é um privilégio especial da mulher que ela entre na igreja velada. "

Às vezes, é difícil, porque sinto como se fosse a única na igreja com um. Nesses momentos, às vezes me pergunto: "Por que estou fazendo isso?" Mas, não sou a única. Hillary Clinton usava um quando ela conheceu o Papa João Paulo II, assim como Michelle Obama durante seu encontro com Bento XVI. Apesar de suas políticas serem menos Católicas, se elas velam-se quando estão na presença de seres humanos, a fim de mostrar reverência, como posso não fazer o mesmo na presença de Deus?

Usando um véu, não tenho a impressão de que isso me faz mais santa ou agradável a Deus do que aqueles que não o fazem. Afinal de contas, Deus olha para o coração acima de tudo. Tudo o que sei é que se você está pensando em usar um, não tenha medo. Você não é a única, e por vezes, outras mulheres só precisam ver a sua coragem para que elas à sigam. Deus não nos deu um espírito de medo, mas nos oferece sua coragem para levantar-se e ser uma luz para os outros.

Embora há muito coisa que poderia ser dita, vou deixar vocês com esses três citações de outras mulheres que experimentaram as bênçãos de usar um véu:


"Eu acho que usar o véu é um símbolo exterior e bonito do reconhecimento da feminilidade e sua distinção de masculinidade. Ao usá-lo sinto que me ajuda a crescer em virtude na modéstia, na humildade, e feminilidade autêntica ".


"As pessoas podem olhar para mim, eu possa ser exposta a julgamento, e não, eu não sou perfeita. Nenhum desses motivos foram o suficiente para me impedir de mostrar o meu amor e respeito por Deus!"

"Eu uso um véu, porque enquanto estou na presença de Deus, gostaria de ser escondida de todos, menos para Ele. Isso me lembra que estou lá para Ele ".

Site: Chastity Project.

Tradução:

Você Também Pode Gostar

3 comentários

  1. Eu também uso e tive os meus conflitos interiores a início...é curioso ver como as pessoas reparam mais do que se passar, por exemplo, uma moça de mini saia na Igreja. Mas recebo muitos elogios de meninas e senhoras com vontade de usar também!

    ResponderExcluir
  2. Eu também uso o véu.Meu véu é preto por ser uma senhora casada :)
    Foi bem difícil no começo,pois,só eu usava ele,mas depois me silenciei diante do Senhor como nunca havia me silenciado, claro, a partir do uso do véu.Amo usar meu véu em sinal de revência ao Senhor.

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante. Nunca havia pensado nisso. Faz todo o sentido.

    ResponderExcluir

Curta-nos no Facebook

Google +